A Importância das aulas em grupo

A Importância das aulas em grupo

Texto original de Jennifer Burton

https://suzukiassociation.org/news/import-ncia-das-aulas-em-grupo/

Tradução: Adonay das Neves

Olá! Meu nome é Jennifer Burton e hoje tenho prazer em falar com vocês sobre a importância das aulas em grupo.

Vejo que existem seis coisas que eu realmente gosto nas aulas de grupo que são motivadoras para estudantes, pais e professores Suzuki.

  1. As aulas em grupo criam confiança. Não há melhor sensação do que criar um filho com facilidade em um ambiente motivador. Eles podem brincar com espírito e entusiasmo sem medo de erros. Quando você está em uma equipe, você se senti parte de um todo. A sinergia de brincar com os outros é divertida, segura e agradável. Durante os 38 anos que ensino, sempre dei aulas em grupo. Os comentários que recebo tanto dos pais quanto dos filhos são que essas aulas são divertidas, elas abordam idéias musicais enquanto melhoram a auto-estima da criança. O prazer de fazer música – é disso que se trata. É simplesmente divertido. Eu fiz uma pesquisa com alguns pais, apenas na semana passada e o único ponto que eles disseram ser motivador para seu filho, mais do que qualquer outra coisa, foram as aulas em grupo.
  1. Percebo que as aulas em grupo são uma ótima maneira de rever as habilidades que já aprendemos e alcançamos nas peças. Podemos manter essas habilidades sempre atuais. Quando eu estudava, no sistema de ensino tradicional, aprendíamos uma peça e logo já íamos para o próxima. Nunca voltávamos na peça aprendida. A gente pensava, “terminados essa peça”. No método Suzuki, revisar as habilidades ao tocar as peças ajuda essas habilidades a permanecerem atualizadas. Isso cria uma base na qual todas as outras peças do repertório Suzuki podem ser construídas. É muito parecido com a linguagem. Aprendemos o vocabulário, e construímos esse vocabulário de ano para ano. Imagine dizer a uma criança: “Oh, você já aprendeu a palavra gato. Então você nunca mais precisa usar essa palavra novamente.” E todos os dias você aprenderia uma nova palavra, mas você nunca voltaria e usaria a palavra gato. É ridículo pensar na linguagem dessa maneira. É do mesmo modo com a música. Uma vez que você aprende as habilidades em uma peça, você pode aplicar essas habilidades em outra peça mais tarde na linha do método. Essa habilidade facilita para que a nova peça seja mais facilmente aprendida.
  1. Podemos aplicar novas técnicas para peças previamente estudadas. Digamos que você estudou por um tempo, e você toca um instrumento de cordas, e quer aprender o vibrato. Então você pode voltar e usar o livro em uma ou duas peças e aplicar o vibrato nelas, você não precisa aprender uma nova peça para usar o vibrato. É uma ótima maneira de aprender uma nova técnica usando uma música antiga.*
  1. Ajuda a construir habilidades em conjunto. Nunca vou esquecer quando eu comecei a ensinar aulas em grupo, algumas crianças ficavam muito ansiosas para tocar com outras crianças e elas poderiam fazer com que o seu violino se misturasse com os demais. Algumas crianças acharam um pouco complicado perceber o seu som dentro de um conjunto e o som de um grupo maior. Foi confuso para algumas crianças no início. “Como faço o meu som entrar em conjunto com todo o grupo?” Essa é uma habilidade que pode ser aprendida. Na aula em grupo, todas as crianças, independentemente da sua experiência ou nível de habilidade, podem aprender a jogar juntas como um grupo e o que fazer quando se perderem. Eu realmente pratico isso como uma habilidade. Parar, ouvir e saltar quando você sabe onde eles estão na música. O aluno em um grupo tem uma nova responsabilidade. Nós tocamos em conjunto para o som de todo o grupo, não apenas para você mesmo. Muitas vezes eu usei essa oportunidade para dizer; estamos tocando em equipe. Nós aprendemos como tocar música em equipe. Aprendemos como tocar para se obter uma linha melódica equilibrada desde o instante inicial. Pode ser ensinado a todos do grupo, como ficar quieto enquanto o processo de ajuste está acontecendo. Assim como em uma orquestra sinfônica. Nós nos respeitamos no processo de afinação, e respeitamos nosso maestro e, acima de tudo, trabalhamos em equipe e respeitamos os objetivos do grupo. As práticas de conjunto também nos ensinam a nos ouvir. Combinar nossas arcadas, entrar juntos, começar e terminar juntos como um conjunto. Essas habilidades são fundamentais para trocar em um quarteto de cordas, um dueto, em uma orquestra de cordas de uma escola ou da comunidade.
  1. Permite explorar outros aspectos da música. Às vezes eu dou uma aula de musicalização ou para férias. Em WI, temos muitas polkas aqui, ensinei polkas a alguns de meus alunos e outras danças também. Eu já tinha dado aulas de Minuetos. Aproveito a oportunidade para revisar a história do próprio Minueto, como e onde ele começou. A gavotte, a valsa, muitas danças diferentes. Uso as aulas em grupo para estudar teoria musical e história. Fazemos um treinamento para a escuta. É uma maneira eficaz para que as crianças aprendam sobre intervalos, cantando e escutando o espaço entre as notas e como elas se harmonizam entre si.
  2. O último benefício que eu considero fundamental nas aulas em grupo é o benefício da interação social. Nós conversamos um pouco sobre a prática em grupo; Eu vejo que as aulas em grupo constroem a nossa comunidade. Com a presença dos pais na aula, peço aos pais que observem a aula em grupo também, e eles tomam notas e muitas vezes, peço aos pais que eles participem de um exercício. A construção da comunidade em uma aula em grupo envolve o triângulo. O pai, o professor e a criança. É divertido para as crianças brincarem umas com as outras. Os iniciantes gostam de saber que outros estão enfrentando os mesmos desafios deles. Se eles sentem: “Pessoal, eu simplesmente não sei o que fazer para interagir”, eles podem olhar para o colega do lado e ver como eles lidam com a mesma situação. Nada mais dá tanta alegria, aos pré-adolescentes e adolescentes, do que ter alguém para ficar ao seu lado e se sentir parte de um grupo. Adolescentes adoram fazer parte das aulas em grupo. Muitas vezes, combinamos alguns eventos sociais, uma festa, uma pizza ou tocar em um asilo, ou algum outro evento especial que pode ser uma campanha beneficente em que uma das crianças estiver participando. Um dos pais nas reuniões de professores da semana passada disse: “Eu realmente gosto de compartilhar minha experiência Suzuki com outro pai. É como uma extensão da minha família. Se eu tiver dúvidas sobre o aprendizado do meu filho ou uma frustração que estou passando, conversando com outro pai, isso me dá ideias. Tenho alguém para conversar e compartilhar”. Como disse antes, algumas pessoas do grupo gostam de atuar em comunidade. A extensão da comunidade Suzuki se torna poderosa quando você vai até um lar de idosos. No nosso programa aqui no Centro de Aber Suzuki em University of Wisconsin Steven’s Point, tivemos muitos shows neste ano. É uma excelente experiência para as crianças interagirem com os idosos.

Finalizando, gostaria de oferecer algumas ideias sobre como os pais podem tirar o máximo de proveito da experiência da aula em grupo.

  • Ao frequentar a aula, os pais podem conhecer outros pais no programa. Você promove amizades.
  • Os pais podem levar as ideias e técnicas que são apresentadas ou compartilhadas com outros pais. Você pode usar essas ideias e técnicas ou estratégias de prática em sua aula individual de cada semana.
  • Os pais podem compreender a importância da revisão. Os pais às vezes dizem: “Bem, nós já fizemos essa música, por que devemos fazê-la de novo?” Ao pensar em uma razão técnica para fazê-lo, como uma aula de história da música poderia provocar um interesse, “Oh, eu me pergunto quais peças foram escritas durante o período romântico e por quais compositores, daquelas peças que já estudamos, quais foram escritas naquele período?” Isso pode provocar um interesse na prática e revisão em casa. A revisão intencional é importante, e a aula em grupo dá aos pais e crianças uma ideia de como podemos avaliar aquela semana? Talvez possamos analisar alguns dos pontos que foram trabalhados em grupo. A partir da aula em grupo, você pode aplicar conceitos da teoria musical, história, características das danças, pulsação e outras ideias em sua aula individual semanal.

Como são importantes as aulas em grupo: não viveria sem elas. Eu adoro a ideia de que as aulas em grupo servem para desenvolver relacionamentos e a experiência de aprendizagem entre o professor, os pais e a criança.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: